ANDRADE ADVOGADOS | AA NEWS

Redução do Reintegra por greve dos caminhoneiros deve trazer perdas de R$ 13,3 bilhões, diz associação

A redução da alíquota do Reintegra deverá trazer um impacto de R$ 13,3 bilhões para a economia brasileira, de acordo com projeção divulgada nesta quarta-feira (6) pela Associação do Comércio Exterior do Brasil (AEB).

 

A entidade também estima perda de 105,4 mil postos de trabalho.

Para viabilizar o desconto de R$ 0,46 no diesel com o objetivo de encerrar a greve dos caminhoneiros, o governo decidiu na semana passada reduzir a alíquota do Reintegra de 2% para 0,1%.

 

O Reintegra é um programa que "devolve" aos empresários uma parte do valor exportado em produtos manufaturados via créditos do PIS e Cofins. Até o fim de maio, essa devolução está fixada em 2% mas, a partir de junho, será reduzida para 0,1%.

 

"Essa medida condenou todas as empresas exportadoras", afirmou o presidente da AEB, José Augusto de Castro, em entrevista coletiva.

 

O custo total das medidas para garantir o subsídio para o diesel foi estimado em R$ 9,58 bilhões pelo governo. Para fazer a conta fechar, além de eliminar os incentivos para os exportadores, o governo acabou com benefícios para a indústria química e cancelou parte de gastos de uma série de programas públicos.

 

Indústria vai à Justiça

Diante das perdas projetadas, as entidades que representam diversos setores da indústria anunciaram que devem ir à Justiça para barrar a decisão que reduziu a alíquota do Reintegra.

O processo está sendo coordenado pela AEB e já tem o apoio do Instituto Aço Brasil.

 

“Nós já tomamos a decisão de partir para a judicialização”, disse o presidente executivo do Instituto Aço Brasil, Marco Polo de Mello Lopes. “Todas as empresas já se programaram com um valor do Reintegra. Não pode ocorrer essa mudança da noite para o dia”, afirmou.

 

A indústria química deve tomar a decisão sobre a possibilidade de ir à Justiça ainda neste mês, em reunião com as empresas associadas que será realizada em 19 de junho. “Eu trabalho para que o governo volte atrás, mas, se isso não ocorrer, a minha posição pessoal é pela judicalização”, disse o presidente-executivo da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), Fernando Figueiredo.

 

Perdas com a greve

O setor siderúrgico também divulgou nesta quarta-feira perdas de R$ 1,1 bilhão com a paralisação dos caminhoneiros.

 

O tabelamento do frete ainda pode representar prejuízos de R$ 3,2 bilhões para o setor.

 

"Mas o que prejudica mais o setor é a questão do Reintegra. O governo trata como se fosse benefício quando na verdade é um ressarcimento", afirmou Marco Polo, do Instituto Aço Brasil.

Please reload

Posts Em Destaque

Após STF, advogados defendem créditos fiscais por terceirização de atividade-fim

11.10.2018

1/1
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone Google+
  • LinkedIn - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Google+ - White Circle
SÃO PAULO - PAULISTA

Av. Paulista, 1079, 8º andar

Torre João Salem - São Paulo/SP

CEP: 01311-200

+ 55 11 5200-0140
SÃO PAULO - TATUAPÉ

R Serra de Botucatu, 660, 4º andar

Empresarial 660 - São Paulo/SP

CEP: 03317-000

+ 55 11 5200-0140
+55 011 3188-2020

© Andrade Advogados 2000-2020 | Todos os direitos reservados